Saúde da mulher: Importância do diagnóstico precoce do câncer de mama

Diagnóstico precoce, exames e estar atenta com vários sintomas. Essas são algumas dicas de especialistas preocupados com a saúde da mulher quando o assunto é o câncer de mama. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca) o câncer de mama é o que mais tem incidência na mulher e isso representa, em 2020, 29,7% dos cânceres, estando em primeiro lugar. Em segundo lugar está o câncer de cólon e reto com 9,2% e colo do útero fechando o ranking em terceiro lugar com 7,5%.

 

O instituto pondera que o câncer pode surgir em qualquer parte do corpo. Entretanto, alguns órgãos são mais afetados do que outros; e cada órgão, por sua vez, pode ser acometido por tipos diferenciados de tumor, mais ou menos agressivos. Vale lembrar que o câncer de mama atinge também os homens, apesar de ser apenas 1% dos casos.

 

A médica Dra. Ana Sodré, ginecologista e obstetra, já atendeu mais de 100 mil mulheres e quando questionada sobre diagnóstico tardio sobre câncer de mama a especialista explicou a importância das consultas de rastreamento de diagnóstico. “Hoje as mulheres tem mais opções e fazem consultas e atendimentos para uma mamografia. O grande problema é a falta do entendimento que existem dois perfis de exames da mama, o de rastreamento que é feito em pacientes assintomáticas, e de diagnóstico que são pacientes que apresentam sintomas”, contou.

 

Em pacientes assintomáticas o protocolo do Ministério da Saúde aponta que pacientes de 50 até 69 anos mamografias bianuais. Pacientes sintomáticas o exame da mamografia deve ser feito em qualquer momento com pedidos de exames o mais rápido possível. “A grande maioria das mulheres entendem e procuram médicos para diagnóstico. A pessoa sente algo e vai ao médico. Só que se a mulher esperar o sintoma, a doença já está avançada. Não existe prevenção para paciente sintomática. Toda paciente sintomática está correndo risco de ter uma doença avançada. O sintoma mais comum que a paciente espera é o nódulo. Só que existem cânceres sem nódulos que se manifestam como uma alergia na mama”, exemplificou a médica formada há 25 anos pela Unirio.

 

Doutora Ana frisou a importância de ir sempre ao médico. “Médico a gente vai sempre. Igual carro que a gente leva para a revisão. Se eu me adianto aos sintomas eu pego a doença no início, isso ajuda no diagnóstico precoce e diminui a morbidade e a mortalidade”, contou.

 

Sobre o tratamento a médica é otimista. “Primeiro é importante o diagnóstico e depois o estadiamento. Assim é feito o tratamento que pode ser desde a radioterapia, quimioterapia, hormônioterapia e cirurgia”, finalizou.

 

Clique aqui e acesse a “Cartilha Câncer de Mama: Vamos falar sobre isso” do INCA

 

1 comentário em “Saúde da mulher: Importância do diagnóstico precoce do câncer de mama”

  1. Alba Regina Gervasio dos Santos

    Como é bom, poder ter acesso a este estudo sobre saúde da mulher, prevenção do câncer, diagnóstico precosse, com uma profissional de excelência como Dra. Ana Cláudia Sodré. Que coisa boa, saber que podemos alcançar muitas pessoa com esta matéria! Dando oportunidade de muitas mulheres buscar um tratamento, um cuidado preventivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima